Código de Ética e de Conduta ambiental

Para um desenvolvimento sustentável, a satisfação das necessidades atuais não pode comprometer as necessidades das gerações futuras. Com este ânimo, incorporamos às nossas Normas e Procedimentos o Código de Ética e de Conduta Ambiental ( clique para visualizar o código ) que desenvolvemos para esta Associação, aplicável também à toda indústria hoteleira, disponível na sua íntegra no link abaixo, com as seguintes diretrizes:

Assegurar o apoio e a participação dos principais sócios e administradores na implementação de práticas ambientais e envolver no programa todos que trabalham ou prestam serviços à empresa, bem como seus familiares.

Identificar e reduzir os impactos e riscos ambientais, até mesmo no planejamento de novos projetos e construções, visando à preservação do cenário, da fauna e da flora locais.

Controlar e diminuir o uso de produtos adversos ao meio ambiente, como asbesto, CFCs, pesticidas e materiais tóxicos, corrosivos, infecciosos, explosivos e inflamáveis.

Respeitar os locais e objetos religiosos e históricos, a população anfitriã, seus valores culturais e suas tradições.

Conservar energia, eliminando a iluminação supérflua e utilizando, sempre que possível, fontes alternativas, lâmpadas de baixo consumo e equipamentos de controle automático, como temporizadores, sensores e termostatos.

Evitar o desperdício e reduzir o consumo de água, verificando a existência de vazamentos, coletando e aproveitando, quando possível, a água da chuva, procurando utilizar duchas, válvulas e equipamentos que possibilitam melhor controle e redução de sua necessidade.

Adotar os três R’s da consciência ambiental: reduzir, reutilizar e reciclar. Analisar a demanda de materiais recicláveis e o fluxo dos resíduos sólidos da empresa, identificando os principais componentes do lixo produzido, para fins de estocagem apropriada e reciclagem. Evitar o uso de produtos descartáveis e de recipientes plásticos não recicláveis.

Eliminar a queima indiscriminada de lixo, pastagens e o desmatamento.

Impedir qualquer vazamento de esgoto não tratado ou de químicos prejudiciais à saúde, no mar, nas nascentes e nos reservatórios de água. Adicionar bactérias consumidoras de matéria orgânica às fossas tradicionais existentes e prever fossas ecológicas para novos projetos, situados em locais não atendidos pela rede municipal de esgoto.

Reduzir a poluição sonora e atmosférica, diminuindo a emissão de ruídos e sempre que possível, instalando filtros nos exaustores e substituindo os gases refrigerantes por tipos que não prejudiquem a camada de ozônio.

Relacionados

UNEP
UNEP

O Programa de Turismo da Divisão de Tecnologia, Indústria e Economia (DTIE), do Programa das Nações Unidas para o Meio …

Saiba mais
Boas Práticas
Boas Práticas

Os hóspedes conhecedores dos hotéis da Roteiros estão familiarizados com as chamadas boas práticas de sustentabilidade …

Saiba mais
2017 - Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento
2017 - Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento

 

A Assembleia Geral das Nações Unidas designou o ano de 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o De…

Saiba mais